PESO MEXICANO TESTA RESISTÊNCIA NO SEMANAL

PESO MEXICANO TESTA RESISTÊNCIA NO SEMANAL

Depois de uma semana passada bem tranquila em termos de notícias de alto impacto, trazendo até uma baixa volatilidade ao Mercado, podemos considerar esta semana como a da INFLAÇÃO. Tivemos na terça-feira os dados referentes ao Reino Unido. Nesta quarta, teremos os dados de inflação dos EUA e amanhã, quinta-feira, os dados da Zona do Euro. Na sexta fechando a semana, os dados de inflação do Canadá.

Podem ser os principais dados econômicos da semana, pois são os catalisadores das políticas econômicas dos Bancos Centrais quando o assunto é aumento ou não dos juros. Por isso, investidores em todo o mundo podem estar atentos à divulgação e interpretação da inflação para um possível panorama do cenário de juros no médio e longo prazo.

Para esta semana, separamos a paridade USDMXN. Um ativo que se movimenta bastante durante a sessão americana, já que ambos os países encontram-se no mesmo fuso horário. Como podemos observar no gráfico semanal, os preços romperam a anterior Linha de Tendência de Alta e fizeram um primeiro “pullback” até o nível de 19.32500, formando uma nova resistência no período. Resistência esta, que está sendo testada novamente, após algumas semanas de forte valorização do dólar.

Se o nível for confirmado como resistência e despertar o interesse dos vendedores, poderemos ter descidas até os próximos suporte em 18.40000 nos próximos dias. Caso seja rompida, poderemos ter a entrada da força compradora, que poderá ser capaz de jogar os preços até a próxima resistência em 20.12500.

Este próximo movimento pode depender muito da leitura da inflação a ser divulgada hoje nos EUA. Se mantiver os patamares elevados, rumo à meta de 2% ao ano do FED, pode ser o “aval” necessário para que o Banco Central americano finalmente conclua o seu próximo aumento dos juros tão especulado para a última reunião do ano em dezembro. Se os dados de inflação forem abaixo do esperado, poderá levantar dúvidas no Mercado se os juros poderão ser aumentados ainda em 2017 ou se o FED optará por esperar os próximos dados em 2018. Ficaremos de olho.

Bons Trades!!

Deixe uma resposta

Demos

Color Skin

Header Style

Nav Mode

Layout

Wide
Boxed

Nav Mode