Valorização do USDMXN com acordo sobre o NAFTA

Valorização do USDMXN com acordo sobre o NAFTA

Os EUA e o México reformularam nesta segunda o NAFTA, pressionando o Canadá a concordar com os novos termos sobre o comércio de automóveis e outras questões para continuar fazendo parte do pacto. As negociações com o Canadá já começaram, embora o presidente americano tenha ameaçado impor tarifas sobre carros produzidos no Canadá se não for possível chegar a um acordo entre as três nações.

As negociações entre os três parceiros comerciais se arrastaram por mais de um ano e repetidas ameaças de Trump de que ele abandonaria o acordo de 1994 perturbaram os mercados financeiros, pressionando o peso mexicano e o dólar canadense.

As discussões entre o México e os Estados Unidos se concentraram na elaboração de novas regras para a indústria automotiva, que Trump colocou no centro de seus esforços para retrabalhar o pacto que descreveu repetidamente como “um desastre” para os trabalhadores norte-americanos. O Canadá continuará a negociar, mas só assinará um novo acordo que seja bom para o país, disse um porta-voz da chanceler canadense, Chrystia Freeland. Os Estados Unidos, o México e o Canadá negociam mais de 1 trilhão de dólares entre si todos os anos.

O anúncio de um acordo entre EUA e México impulsionou os mercados financeiros. Trump afirmou que conversará com o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau. Uma autoridade sênior norte-americana disse que há esperanças de um acordo final entre os três países possa ser alcançado até sexta-feira. O acordo entre os Estados Unidos e o México exigirá que 75% do conteúdo automotivo seja fabricado na região do Nafta, ante os atuais 62,5%. Também exige que 40% a 45% por cento do conteúdo automotivo seja feito por trabalhadores que ganhem pelo menos 16 dólares por hora.

Partindo-se para a nossa análise gráfica, destacamos o par USDMXN (Dólar X Peso Mexicano), que esteve bem volátil nas últimas 48 horas. No gráfico diário abaixo, ressaltamos a proximidade dos preços com a Linha de Tendência de Alta do período semanal, passando próxima aos níveis de suporte em 18.725 / 18.400 / 18.000. Esta região já despertou o interesse comprador do mercado alguns dias atrás, quando tivemos o rompimento do canal de baixa no período diário.

Após este rompimento, os preços formaram uma resistência em 19.375 e realizaram um pullback até o suporte em 18.725 fazendo primeiramente um engolfo de alta e depois deixando um martelo sobre a região. Se os compradores puderem entrar no mercado novamente, poderemos ter altas até os 19.375 no médio e se rompido, mais extensões de alta até a resistência em 19.900 no longo prazo.

Caso tenhamos um controle dos vendedores novamente, com o mercado podendo trabalhar abaixo dos 18.725, poderemos ter quedas até os próximos suportes em 18.400 e 18.000.

Vamos acompanhar. Abraços e bons trades!  

 

Rodrigo Rebecchi

Para mais conteúdo sobre Trading, Forex, Educação Financeira, Geopolítica, Macroeconomia e Análises do Mercado, me siga nas Redes Sociais:

INSTAGRAM: https://goo.gl/udhn4f

YOUTUBE: https://goo.gl/3cdUkb

FACEBOOK: https://goo.gl/Q1Pt5g

LIVE de Forex (Seg às 20h): https://goo.gl/3ihycp

CONTATO: rodrigo_rebecchi@hotmail.com

Deixe uma resposta

Demos

Color Skin

Header Style

Nav Mode

Layout

Wide
Boxed

Nav Mode