Análise S&P500 – 3/12/19: PMI e Twitter decepcionam

Análise S&P500 – 3/12/19: PMI e Twitter decepcionam

Depois de toda a euforia do feriado de Ação de Graças dos EUA, um dos prediletos dos americanos (pode ser comparado ao nosso Carnaval), onde temos desfiles, paradas comemorativas, eventos esportivos e a famosa “Black Friday”, com recordes de vendas, Wall Street parece ter voltado com “ressaca”.

A “tweetada” de Trump já logo na abertura dizendo que o Brasil e a Argentina poderiam estar manipulando o câmbio para deixar suas commodities mais baratas, entre elas o aço e o alumínio e que, dessa maneira, ele imporia tarifas sobre esses produtos pode não ter caído muito bem sobre o mercado americano. Principalmente porque a sua indústria precisa desses matérias-primas latino-americanas. Se elas vão ficar mais caros, provavelmente os custos de produção também podem subir, elevando os preços ao consumidor final.

Além disso, tivemos a divulgação do PMI Industrial que veio aquém das expectativas, em 48,1. Abaixo da leitura anterior de 48,3 e abaixo da projeção de 49,2. O PMI Industrial é um Índice que controla a quantidade de atividade industrial que ocorreu no mês anterior. Uma informação considerada importante para trazer uma leitura sobre a saúde da economia. Ressaltamos que o índice inferior a 50 tende a indicar um período de recessão econômica e pode levantar a questão: será que depois de tantos meses de guerra comercial com os chineses a indústria americana começa a sentir as consequências?

Já faço aqui o meu convite para você seguir o meu instagram (@rodrigo.rebecchi) e acompanhar mais dicas sobre trading. Partindo-se agora para a nossa Análise Gráfica, trago a imagem do S&P500 no período diário. Notamos um recuo forte depois dos preços fazerem a máxima em 3.160 pontos. Fica o meu alerta para a antiga zona de resistência entre 3.025 até 2.950 pontos, que agora, após o seu rompimento, poderá funcionar como suporte despertando o interesse dos compradores num eventual pullback do mercado.

Se caso tivermos correções mais bruscas nos próximos dias, atenção para a zona mais ampla de suporte mais abaixo, entre os níveis de 2.850, 2.775 e 2.725 pontos.

Por fim, podemos notar como no longo prazo o S&P500 se desenvolve em uma tendência de alta, com topos e fundos ascendentes. Mas, para buscar oportunidades de compras, pode ser mais interessante para o Trader esperar correções até estes pontos de interesse comentados ou um eventual rompimento da máxima histórica acima dos 3.160, que por enquanto funciona como última resistência importante.

 

Clique no link abaixo para se inscrever GRÁTIS no meu Telegram e acompanhar todas as minhas Operações no Forex e na Bolsa:

>> QUERO PARTICIPAR DO TELEGRAM!!

 

Grande abraço e boas operações!

Rodrigo Rebecchi

 

*Ativos negociados em conta margem possuem grau de risco para o seu capital. Quaisquer previsões não são um indicador fiável de performance futura e a decisão de atuar com base nas ideias e sugestões apresentadas são da responsabilidade do leitor. *Imagem ilustrativa: istockphoto

Demos

Color Skin

Header Style

Nav Mode

Layout

Wide
Boxed

Nav Mode